terça-feira, 29 de maio de 2012

Sexto Projeto

Nunca pensei que apanharia tanto de uma simples calça de pijama, não com a modelagem, pois acabei o curso agora e está tudo fresco na memória, mas com a costura, nossa!

Fiz a modelagem e cortei tudo bonitinho, então fui costurar e tudo deu errado, vou explicar...

O método que aprendi para costurar é quando um par de pernas entra dentro do outro par, para costurar o cavalo, nenhuma dificuldade certo?
Errado, juntei perna traseira com a dianteira, costurei laterais e fui juntar uma dentro da outra, simples, daí começaram meus problemas, na realidade eles começaram quando eu escolhi o tecido mas eu ainda não sabia, o tecido é xadrez e difícil de identificar direito e avesso, no final da costura eu tinha duas pernas direitas.

Posso falar que foi falta de atenção, certeza de que tudo sairia correto, pressa, tudo isso junto, mas lá fui eu desmanchar tudo e começar de novo e desmanchar overloque é muito chato.

Após um dia inteiro de faz e desmancha, ficou tudo pronto.

Observações finais:
Fiz a modelagem da calça e camiseta pelo método do SENAI, que foi onde fiz os cursos e continuo fazendo.
Na modelagem da blusa, desci 2cm na cava, gola traseira e dianteira, coloquei punho na gola, cintura e mangas, ficou muito bom.

Na calça saí 1cm no gancho, joelho e tornozelo, dianteiro e traseiro, após costurada achei um pouco larga, principalmente no tornozelo, então não coloquei punho, optei por uma barra simples e elástico na cintura.

Mas estou satisfeita com o resultado e com muita vontade de fazer outras peças.


Como disseram umas amigas de curso, é uma peça piloto, totalmente aceitável alterações e correções, sejam na modelagem ou costura, então, vamos para a próxima...









terça-feira, 8 de maio de 2012

As revistas e seus brindes


De uns tempos pra cá  tenho reparado uma coisa quando vou comprar revistas, seja de moda ou moldes, as revistas tem vindo com brindes.

Já vi maquiagem, esmalte, cremes, agendas, necessaires e ultimamente tenho visto lenços, e  quem me conhece sabe, AMO lenços, tenho mais de 100 de todos os tipos, tecidos, tamanhos, uso muito, gosto de verdade.

Bom, o primeiro lenço ou echarpe que veio com a revista foi na Patrones, já falei dela aqui, ele é de malha de algodão, tem 0,50cm largura x 2,00m de comprimento, o acabamento é overloque e uma beiradinha em costura reta.

O segundo veio na revista Elle deste mês, é em parceria com Alexandre Herchcovitch, é 100%  algodão, listrado, tem 0,29cm largura x 1,50m comprimento, o acabamento é uma beiradinha em overloque e uma franjinha em tamanho desigual.

E o terceiro veio junto com a revista  Máxima de Portugal, ele é estampado,  100% algodão, tem 0,54cm largura x 2,00m comprimento, o acabamento é uma beiradinha em costura reta sem overloque aparente.

Gostei de todos, mas tenho que dizer, nenhum deles tem um acabamento de primeira, já que se trata de brinde, não creio que o acabamento tenha sido priorizado, o que é uma pena.


Aprendi com uma pessoa que amo a ser muito cuidadosa com o acabamento de uma peça e sei que ainda estou longe de conseguir, mas faço e refaço sempre tentando que fique o melhor possível, de acordo com meu conhecimento em costura.



quarta-feira, 2 de maio de 2012

Desejos, necessidades, vontades...

Impossível chegar a perfeição sem cometer erros e os erros mostram que você  se superou.

É com este pensamento que começo este post, ouvi isto neste vídeo, não exatamente com estas palavras, mas a mesma idéia e faz total sentido, em tudo na vida é necessário começar e batalhar muito, errando, acertando, tentando para se conseguir o desejado.

Não é fácil, mas eu nunca quis tanto uma coisa como agora, só tenho estudado, tentado, treinado, quero muito ser muito boa nessa área, como modelista e também executando as peças.

Sonho com isso, sonho mesmo, várias noites sonho com livros, tecidos, moldes, roupas prontas, estou me esforçando e sei que vou conseguir, ainda que demore um pouco.

Bom,  a última tentativa para aprender mais rápido e melhor foi a seguinte: 
Peguei todas as revistas de moldes que tenho, escolhi alguns modelos em quase todas e vou copiá-los e tentar entendê-los e também executá-los, ao menos alguns.
Dessa forma, vou fixando melhor como é feito cada molde, assim quando olhar uma peça, vou saber de que forma ela foi feita e o que eu preciso fazer.
Talvez isso nao seja a melhor maneira, preciso mesmo é de um emprego, mas enquanto ele não vem, vou fazer o que tiver ao meu alcance.

Tenho revistas Burda, Patrones, Manequim, Moda Moldes, Molde e cia, e as melhores para copiar a modelagem é a Patrones.
As revistas brasileiras infelizmente são as piores, muito  grudado os riscos, muito confuso, uma pena! 

A Patrones vem bem distribuído na folha e ainda marca quais moldes são naquela folha, muito claro, explicado, gostei.

A Burda também é boa, os riscos não são tão grudados, é fácil a localização de cada molde.


Bom, e assim vou  treinando enquanto não chega a novidade que vai me fazer feliz.