terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Primeira aula de corte e costura

Ontem foi a primeira aula.
Levei o tecido e o molde e fui na esperança de entender melhor do que no curso anterior, mas como tudo na vida tem dois lados, não foi só felicidade.
A pessoa que está me ensinando não é professora, é ótima costureira, mas exatamente por isso, ela faz tudo no automático, não se preocupa com molde de papel, pois ela não precisa disso, pelo menos, não para uma camisa básica.
O problema como eu já disse é meu curso anterior, que foi super básico e muita coisa eu não aprendi, como corrigir o molde baseando nas minhas medidas por exemplo e preciso fazer isso no papel, pois depois não vou lembrar como tem que ser e ela faz direto no tecido, usando as medidas e pronto.
Ou quando eu experimento, ela já alfineta e passa a tesoura. 
Eu disse a ela que preciso passar para o papel, vamos fazer isso na próxima aula. 
O triste de tudo é voltar pra casa com o tecido pré cortado e alinhavado, mas sem entender ao certo porque alguns alfinetes estão em alguns lugares.
De qualquer forma tirei umas fotos, me desculpem, mas ainda não tenho um busto de costura e as fotos não ficaram tão boas.


avesso da blusa
direito da blusa

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Comprinhas na 25

Eu precisava de um tecido para a próxima aula de corte e costura, então resolvi "dar um pulo" na Rua 25 de Março, pois também precisava de mais umas coisinhas.
Mas como a idéia não era gastar muito, me concentrei apenas no que eu realmente precisava.


Tecido para a próxima aula, é um algodão, 80 fios, pois queria um tecido mais fino, para enfrentar esse calor que tem feito.
Mas claro que não resisti à mais alguns paninhos, ou para alguma outra aula, ou para as necessaires.
Compro sempre na Niazi, mas o último tecido (verde) é um brim leve, comprado na Casa Fátima, pois na Niazi não vende cores assim, uma pena.

Mais paninhos

E mais algumas coisinhas; zíperes, miçangas, mosquetão, também para as próximas bolsinhas/necessaries.


É isso, agora só esperar a aula.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Curso de corte e costura básico

Há um ano, comecei um "Curso de corte e costura básico",  que descobri ao decorrer das aulas, que era realmente um curso básico.
Acabei agora em janeiro e posso dizer que me sinto como uma frase da música "Nada tanto assim - Kid Abelha" que diz "Eu sei de quase tudo um pouco e quase tudo mal".
Pois é exatamente assim que me sinto.
Talvez eu não tenha me dedicado o suficiente,  já que tinha outros projetos andando juntos e por isso não posso culpar totalmente a escola, por outro lado eu não contava com professoras experientes, ou melhor dizer costureiras mesmo, daquelas que olha a peça e sabe onde está certo, onde está errado, onde aumentar, onde diminuir, etc.
Então não tenho orgulho de mostrar nenhuma peça que fiz, mas para me compensar e saber se levo jeito ou não para o maravilhoso mundo das costuras, vou fazer outro mas com uma costureira, que tem muitos anos de experiência, ela não dá aulas mas vai me ajudar nessa tarefa.
Conto os detalhes após a primeira aula.
Boa noite e bons sonhos para todas.

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Primeiro Post

Olá, hoje começo aqui uma nova história, um blog.
Me sinto estranha e não sei ao certo por onde começar.
Bom! Vou falar de tudo o que gosto e talvez do que não gosto. 
Como gosto de muita coisa e faço muitas coisas também, vou falar uma por vez.
No momento estou apaixonada pelo mundo das costuras, tenho aprendido e feito muita coisa e vou publicando aqui na medida que descobrir.
Antes eu imaginava que costurar era uma coisa muito difícil, tinha medo da máquina de costura, rsrs, então um dia meu marido estava costurando alguma coisa, (pois é, ele sabe costurar) e eu resolvi tentar, a partir daí, me encantei.
Sempre fiz artesanato e por medo da máquina, costurei muita coisa a mão, demorando muito mais do que o necessário.
Mas, quando descobri como era gostoso costurar a máquina, não parei mais.
Bom, costurar é fácil, mas costurar bem, não é tão fácil, pelo menos não pra mim.
Fazer a costura perfeita, é uma tarefa que exige paciência, coisa que não tenho muita.
Mas é um desafio, costurar com perfeição e exercitar minha paciência.